quinta-feira, 19 de março de 2015

O que eu li: 2001 Uma Odisseia no Espaço

Gostaria que essa seção do blog aparecesse com mais frequência, mas ao longo do semestre mal consigo abrir os meus livros que não são de física.
Comprei o 2001 em uma feira do livro que teve aqui na USP, a título de curiosidade mesmo. Assisti o filme diversas vezes e nunca o entendi direito. Como estava barato, resolvi arriscar a sorte e comprar.

Título: 2001 Uma Odisseia no Espaço
Autor: Arthur C. Clarke
Editora: Aleph


Quando cheguei em casa e abri o livro, vi que na verdade a capa é uma caixa, e dentro dela estava o livro, completamente preto, inclusive na borda das páginas, um verdadeiro monolito. Se você já viu o filme, sabe do que eu estou falando, se não viu, tome vergonha e veja, um filme tão famoso como este tem de ser visto ao menos uma vez na vida, mesmo que você ache chato depois.




Já fiquei bem animada depois dessa surpresa ao abrir a caixa, mas a vontade de ler bateu forte quando uns dos meus chefes do observatório disse que ele não gostava de livros de ficção científica até ler 2001. Aí eu pensei: nossa, deve ser mesmo muito bom!

O livro é de leitura fácil, aqueles que só tem volume, mas as letras são grandes e bem espaçadas, dá para ler em um ou dois dias sem muito sacrifício.


Quem já viu o filme, sabe qual é o contexto do livro, ele segue fielmente até um certo ponto e da parte de Júpiter para frente é que aparece uma diferença, essa diferença deixa tudo muito claro e finalmente me fez entender o que o filme quis mostrar com aquela parte psicodélica em diante. Sério, é incrível como fica claro e como é sensacional, fiquei abismada ao entender finalmente o que aconteceu e com a capacidade do autor de descrever o fato.


Além de finalmente entender o fim do filme, gostei como o livro explica algumas partes que no filme ficam bem obscuras, como a importância do monolito no começo do filme.

Sem sombra de dúvidas a melhor leitura que já fiz nos últimos tempos, gostei demais. Agora quero muito ler os outros livros, 2010, 2061 e 3001. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário