segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Astronomy Picture of the Week: Mares de Titã Refletem a Luz do Sol

Minha vontade é de compartilhar todas as imagens do Astronomy Picture of the Day, mas escolho só a minha favorita da semana. Para essa escolhi uma imagem que a primeira vista pode nem parecer muito interessante, mas observando melhor, mostra que até uma Lua pode ter clima e geografia que se assemelham à Terra, pelo menos em uma primeira olhada. Observando mais a fundo, vemos que o negócio é um tanto diferente.


Para ver texto e imagem originais, clique aqui.

Tradução porca feita por mim:
"Por que a superfície de Titã está brilhando com um flash cegante? A razão: a luz do Sol em mares líquidos. A lua de Saturno Titã tem numerosos lagos de metano que, com o ângulo certo, refletem a luz do Sol como se fossem espelhos. Mostrada aqui em cores falsas, a sonda robótica Cassini que está orbitando Saturno fotografou Titã coberta de nuvens no último verão em diferentes bandas de luz infravermelha. Essa reflexão espetacular foi tão brilhante que saturou uma das câmera de infravermelho da Cassini. Embora a luz do sol fosse irritante, ela também foi útil. As regiões refletindo confirmam que o norte de Titãs abriga um grande e complexo conjunto de mares com geometria que indica períodos de evaporação significativa. Durante suas numerosas passagens pela mais misteriosa lua do Sistema Solar, Cassini tem revelado que Titã é um mundo com um clima ativo, incluindo vezes em que chove uma versão liquefeita do gás natural."

Saturno além de seus lindos anéis, também tem muitas luas, atualmente são 62 confirmadas. Algumas delas são bem interessantes, mas a mais intrigante é Titã. 

Titã é a segunda maior lua do Sistema Solar e a única lua que conhecemos até hoje que tem atmosfera e um clima que varia bastante chegando a chover. Mas ao invés de chuva de água como conhecemos aqui, é chuva de metano no estado líquido. Aqui na Terra encontramos o metano no estado gasoso mas nos cercas de -200ºC de Titã, ele muda de estado físico.

Todas as belas imagens e informações que temos de Titã nos são passadas pela sonda Cassini-Huygens, que na verdade são duas sondas em uma. As duas foram lançadas juntas, mas ao chegar em Saturno, enquanto a Cassini continuou orbitando o planeta dos anéis, Huygens foi lançada em direção à Titã e tornou-se o primeiro objeto humano a pousar em um corpo do Sistema Solar exterior.




Nenhum comentário:

Postar um comentário