sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Fazendo a sobrancelha, parte 2: corrigindo as falhas com lápis 6B

Depois de um longo e tenebroso inverno, eu volto para escrever a parte 2 do post de sobrancelhas (e ainda não me conformo de não ser sombrancelhas o certo!). Pra quem quiser, a parte 1 mostra como eu as tiro.

Antes de tudo, como eu tenho as taturanas meio rebeldes e que mesmo cortadas ficam descabelas, começo passando um pouco de rímel incolor nelas e esperando secar, assim ela fica arrumadinha no lugar


Na sequência uso um lápis 6B para correção, esses de papelaria mesmo e que custam menos de R$2,00. No momento estou usando o da Mercur, mas já usei o da Faber-Castell também. Caso você tenha a sobrancelha mais clara que a minha, pode tentar um lápis mais duro como o 2B ou 3B, que deixará um aspecto mais natural.


Com o lápis 6B eu preencho toda a sobrancelha, sempre desenhando no sentido do comprimento dos fios, como se estivesse desenhando pelinhos mesmo. Nas regiões onde há falhas é preciso aplicar um poquinho mais de força, só para ficar uma coloração uniforme mesmo.
Logo na sequência tem um passo que eu só faço quando me maquio de verdade, que é passar um corretivo em toda a volta da sobrancelha para deixá-la bem definida.



Depois de todos esses passos, a minha sobrancelha fica como na foto abaixo, ainda um pouco avermelhada por eu havia acabado de tirar, mas perfeitamente desenhada e sem parecer artificial demais.


Eu gosto muito do lápis 6B pois é fácil dosar, carregar e baratinho. Já fiz a correção das taturanas com sombra, mas sempre acho que fica um pouco artificial, além de dar um trabalho e ser fácil de borrar ao longo do dia. Se quiser fazer o teste da correção com lápis, tente com um que tenha na sua casa, o de escrever mesmo! Depois me contem o que acharam!





Nenhum comentário:

Postar um comentário