quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Astronomy Picture of the Week: Titã além dos Anéis

Minha vontade é de compartilhar todas as imagens do Astronomy Picture of the Day, mas escolho só a minha favorita da semana. Para essa escolhi essa bela imagem dos anéis de Saturno acompanhado da lua Titã.

Para ver texto e imagem originais aqui.

Tradução porca feita por mim:
"Quando orbitar Saturno, não se esqueça de prestar atenção nas empolgantes superposições de luas e anéis. Uma destas vistas pitorescas foi vista pela sonda Cassini, que agora orbita Saturno. Em abril de 2006, Cassini capturou os anéis A e F em frente da envolta em nuvens Titã. Próxima dos anéis e aparecendo acima de Titã estava Epimetheus, uma lua cuja órbita está fora do anel F. O espaço escuro no anel A é chamado de falha de Encke, embora um fraco e espiralado anel e até mesmo a pequena lua Pan orbitem ali."


Saturno é deslumbrante para qualquer pessoa que o observe mesmo com um telescópio pequeno. Fico feliz de viver em uma época em que sondas espaciais, lançadas ao espaço pelo homem, conseguem imagens maravilhosas como essa.

A lua Titã é a segunda maior lua do Sistema Solar, tão grande que possui uma atmosfera própria, como podemos ver na imagem acima, com um aspecto completamente diferente das demais luas como a nossa, que mostram somente uma superfície acidentada É um corpo complexo que possui até lagos de metano em sua superfície.

Os anéis de Saturno nada mais são do que pedaços de gelo, pedras e poeira orbitando o planeta. Todos os planetas gasosos (Júpiter, Saturno, Urano e Netuno) possuem anéis, mas são tênues e escuros, ao contrário dos de Saturno que são extensos e refletem muita luz do Sol, por isso é fácil observá-los com um pequeno telescópio. Nessas "falhas" dos anéis encontramos luas, as chamadas luas pastoras, que ajudam na estabilidade do anel. Aqui um vídeo que explica essa relação entre as luas pastoras e as falhas dos anéis.






Nenhum comentário:

Postar um comentário