sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Meu gosto excêntrico: Azaleias

 Não basta as empresas "me odiarem" e tirarem de linha tudo o que eu gosto muito, eu ainda tenho de sofrer a revolta da natureza! Eu amo azaleias, mas elas não gostam de mim! Em compensação, os passarinhos cantores que eu tanto odeio parecem me adorar! ¬¬


Essa é a imagem do segundo vasinho que eu tentei ter em casa, ao menos esse ainda deu tempo de fotografar. Nas duas tentativas que fiz, a planta praticamente cometeu suicídio! A primeira perdeu todas as folhas em dois dias e depois disso definhou.


A segunda eu resolvi tentar cuidar melhor, dei mais cuidado, molhei direitinho e coloquei no lugar mais iluminado da minha caixinha de fósforos casa, mas ainda assim ela começou a perder muitas folhas e secou. No fim, ela ficou desse jeito:


O que mais me deixa inconformada é que tem azaleia espalhada por aí tudo, jogada, sem ninguém cuidar e fica que é uma maravilha. A minha se eu cuido ou não, morre do mesmo jeito. 
Definitivamente desisti de ter essa planta enquanto eu morar em apartamento, negócio é comprar no supermercado quando encontrar, aproveitar as flores e depois jogar fora mesmo, mas eu não vejo graça em ter plantas para jogar fora. Sei lá o que fazer...





Já que para essa planta eu não sirvo, agora estou aproveitando as gordinhas, ou melhor, as suculentas que arranjei na época em que comprei o segundo vaso de azaleia. Elas sim estão indo de vento em poupa e até arranjaram novas companheiras. Mas isso eu deixo para mostrar com mais detalhes em outro post, caso elas não morram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário